Instituto Ayahuasca

    O Instituto foi criado originalmente para manter vivo junto ao público as práticas pertencentes a Ancestralidde Ayahuasqueira que prioriza a utilização da Ayahuasca para o Despertar das Percepções Interiores (Consciência) por meio do desenvolvimento da Energia Medular Ascendente conhecida no Oriente como Kundalini, fruto do amor erótico entre esposo e esposa sem a fraqueza orgânica do orgasmo fisiológico para fixar nos Chacras da Medula Espinhal a Força e a Luz Ayahuasqueira tornando a abertura permanente e controlada.

    A Ayahuasca preenche o vácuo formado pela falta de resultado prático dos esoteristas onde se amplia a compreensão sobre os processos psicológicos errôneos facilitando sua localização e dissolução do sistema nervoso propiciando realmente o autoconhecimento de si mesmo e o contato com sua Divindade Particular nas dimensões superiores do espaço interior.

    A Instituição é aberta a todos aqueles que veem que estão defasados no seu trabalho interior, estudantes sinceros de todas as ordens e religiões, esoteristas ou não e que queiram conquistar e ampliar aquilo que tem lido em livros sagrados e ocultistas, aos que querem objetivar suas práticas do lar para que elas se tornem cada vez mais intensas e duradouras devido às novas sinapses cerebrais adquiridas com a Força e a Luz ayahuasqueiras.

    O Instituto Ayahuasca longe de ser uma instituição religiosa, é sim um Templo-Escola de Conhecimento Superior onde os Estudantes aprendem na prática com os Professores Jagubes e Chacronas o Relaxamento, a Concentração, A Viagem Astral e a Meditação e tendo sua linha de conhecimento própria e bem definida.

    É a ÉTICA o princípio da ascensão da Energia Medular e se faz saber ao público em geral que as contribuições para o ressarcimento é voluntário uma vez que as Natureza não cobra pelo que entrega ao ser humano, é o homem que cobrado homem pela ganância desenfreada e é o Estudante que se sujeita aos pagamentos obrigatórios, parcelamentos de energia, aprendizado, etc... fruto de sua cobiça de poderes espirituais e escravo de sua preguiça e ignorância ao pagar 'iniciações" e "graus" tanto com dinheiro fisicamente quanto com sua energia internamente.